PEA

A Educação Ambiental tem sido uma ferramenta eficaz, inovadora e transformadora para a formação de gerações socioambientais responsáveis, o que nos leva a grande caminhada pela sustentabilidade do planeta, reconhecendo a importância da aplicação da EA como ação básica e indispensável para alcançarmos comportamentos corretos de preservação ao meio e a vida. Desenvolvemos pesquisas, em todo território nacional, buscando evidenciar as maiores carências para a aplicação da EA. Os resultados da pesquisa demonstraram que mesmo após quinze anos de ser decretada a lei 9795/99, que institui a Política Nacional de Educação Ambiental, ainda falta disponibilização de metodologia e material didático a um grande número de escolas públicas e privadas, para a aplicação da EA formal no cotidiano da escola, assim como atividades que venham complementares ações já existentes. Buscando colaborar para a mudança desse quadro, e com foco na disseminação de práticas socioambientais responsáveis, o INPRA – Instituto Internacional de Pesquisa e Responsabilidade Socioambiental Chico Mendes, desenvolveu o PEA Escola – Programa de Educação Ambiental para sua aplicação em parceria com as secretarias de educação, diretorias pedagógicas e instituições públicas e privadas que apóiam a responsabilidade socioambiental e que têm a sensibilidade e consciência da importância e urgência dessa ação.

Atividades previstas – capacitação de coordenadores pedagógicos do ensino fundamental para aplicação do PEA nas escolas municipais. Impressão de material didático para o aluno “Cartilha Cuidar do Meio Ambiente Depende da Gente”. Módulo de Atividades para os professores e avaliação do programa.

Resultados Esperados – sustentabilidade e formação de uma nova geração de indivíduos com uma maior conscientização social e ambiental para assegurar a qualidade de vida em nosso país.

A educação é um processo contínuo, base essencial para a interferência na mudança de condutas. Quando se promove a construção do embasamento conceitual, independentemente da faixa etária que se pretenda trabalhar, como processo concebido “sob e sobre” o cotidiano vivencial, utilizam-se diversas técnicas para que se cumpra o que se propõe.

Desta forma, além da educação convencional e as práticas não formais, torna-se necessário a inclusão da educação socioambiental de maneira formal.  A justiça social e o uso racional de recursos naturais devem permear em todos os segmentos da sociedade, e ser encarados como obrigação moral inserida em um contexto elevado de respeito à vida e a cultura da paz.

Apresentação Completa do PEA

Espaço PEA – AMA

Clique aqui e conheça também o SISPEA - O SISPEA é um sistema integrado de educação socioambiental com metodologia teórica e prática e aplicação da educação socioambiental em conformidade com Lei 9.795/99, seguindo a aplicação da Agenda XXI e os parâmetros curriculares nacionais (PCNs).

Comments are closed.