Nesta data (08) nossos olhares voltam-se às aves migratórias, em todos os cantos do mundo!

Curiosidade sobre a Calidris melanotos!

Popularmente conhecida como maçarico-de-colete, esta ave migratória voa até 13 mil km e quase não dorme para acasalar com o maior número de fêmeas, não poupando esforços para dar continuidade à sua espécie.

Em média, segundo ornitólogos do Instituto Max Plank em Seewiesen, na Alemanha, eles percorrem 3 mil km durante o período de acasalamento no Alasca, mas, entre os 120 pássaros monitorados, foi registrado um espécime que superou os 13 mil km ao visitar 24 locais para se reproduzir.

E não é só: antes da temporada de acasalamento, os maçaricos-de-colete já tinham realizado outra façanha, a de voar da América do Sul, onde passam metade do ano, até o verão do Alasca.

Como a época de reprodução dura entre quatro e seis semanas, essas aves têm de aproveitar ao máximo esse tempo no extremo norte do Hemisfério Norte.

“Para ter sucesso e se reproduzir, os machos reduzem o tempo em que dormem para defender e cortejar as fêmeas quase sem descanso durante os intermináveis dias do verão ártico”, destacam os autores do estudo.”

 

fonte:https://www.bbc.com/portuguese/geral-38607960

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.